quinta-feira, 14 de abril de 2011

Só é preciso de pés livres, de mãos dadas, e de olhos bem abertos.


"é preciso entender as artimanhas do tempo:
a hora certa sempre chega."

(Renata Carneiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário