quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Dias de sol...

E a vida existe e também é bonita. E se renova. Tem lados de luz...

(Caio Fernando Abreu)

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

"Descanso cercado em flor e uma saudade muda..."

Um sorriso quente que não se vê...Tem cheiro de azul dias assim.
Enquanto o destino brinca, vive feliz!
(Vanessa Leonardi)

terça-feira, 20 de março de 2012

E repito todas as manhãs...

Que seja doce tudo que tiver que ser... #)
(Caio Fernando Abreu)

Pode se chegar...

Aqui só existe o bem. Se você me deseja o mal, eu te desejo amor...
(Caio Fernando Abreu)

segunda-feira, 5 de março de 2012

E é assim que a gente vai vivendo, sabe?



- Quem não procura, não sente falta, moço.

   - Engano seu, pequena. A nostalgia tortura e todo dia o coração implora pedindo pra voltar.

- Por que não volta, então?

- A saudade é grande, mas o orgulho é ainda maior, menina.

(Caio Fernando Abreu)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

"E me pego sorrindo, sozinha. E me pego nem ai pra todo o resto..."



Porque tinha a coragem mais bonita que se podia ter... 
tinha coragem de tentar ser feliz.
(Fernanda Myamoto)

Quando fecho os olhos...


Converso muito com você, mentalmente...
Você está feliz?
Por que?
Curiosidade!
(Caio Fernando Abreu)

E aquele riso contido...porque tudo era felicidade mesmo!


Tudo volta! E voltam mais bonitas...

mais maduras, voltam quando tem de voltar, voltam quando é pra ser.

(Caio Fernando Abreu)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Continua tentando menina...



- Tu tens a alma bonita, menina.
- Como sabes?
- Quando a beleza da alma é demais, transparece nos olhos.
(Monique Souza)

"Então, que seja doce. Repito todas as manhãs..."

Quando se pensa no futuro... portas devem ser abertas por dentro, ficar brilhante.
(Vanessa Leonardi)

"É nas miudezas que tudo aquilo que realmente importa se revela com maior nitidez."

O problema é que quero muitas coisas simples, então pareço exigente.
(Fernanda Young)

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

"A gente não faz amigos, reconhece-os."

"E no entanto eu não desato esse laço. Tão apertado, parece forca."
(Caio Fernando Abreu)